Sesab recomenda vacinação contra febre amarela em 45 cidades da Bahia
30/01/2018 - 16h28 em Bahia

Surto da doença atinge Minas Gerais, que faz divisa com o estado. 

Cidades do oeste da Bahia são maioria na lista; confira.

 

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) recomenda que 45 municípios do estado imunize 100% da população, após o surto febre amarela em Minas Gerais, estado que faz divisa com a Bahia. A doença também atinge a população em São Paulo.

 

Conforme comunicado da Sesab nesta segunda-feira (16), apesar da preocupação, não há nenhum registro de febre amarela na Bahia.

 

A secretaria destaca que a recomendação não é uma campanha de imunização, por isso não foram infomadas data de início ou limite para que as pessoas possam se vacinar. De acordo com o órgão, as doses já estão disponíveis nos municípios e a vacinação faz parte do calendário da secretaria. 

 

Confira os municípios:

 

  • Angical
  • Baianópolis
  • Barra
  • Barreiras
  • Bom Jesus da Lapa
  • Brejolândia
  • Buritirama
  • Campo Alegre de Lourdes
  • Canápolis
  • Carinhanha
  • Casa Nova
  • Catolândia
  • Cocos
  • Coribe
  • Correntina
  • Cotegipe
  • Cristópolis
  • Feira da Mata
  • Formosa do Rio Preto
  • Ibotirama
  • Itaguaçu da Bahia
  • Iuiú
  • Jaborandi
  • Luís Eduardo Magalhães
  • Malhada
  • Mansidão
  • Morpará
  • Muquém de São Francisco
  • Paratinga
  • Pilão Arcado
  • Remanso
  • Riachão das Neves
  • Santa Maria da Vitória
  • Santa Rita de Cássia
  • Santana, São Desidério
  • São Félix do Coribe
  • Sento Sé
  • Serra do Ramalho
  • Serra Dourada
  • Sítio do Mato
  • Sobradinho
  • Tabocas do Brejo Velho
  • Wanderley
  • Xique-Xique

 

Surto

 

São 38 mortes notificadas em Minas Gerais e dois óbitos no noroeste paulista – em São José do Rio Preto e em Ribeirão Preto. Até esta sexta-feira (13), 133 casos relacionados à doença eram investigados pelo Ministério da Saúde. O vírus da febre amarela não é transmitido de pessoa para pessoa, apenas pela picada de mosquitos infectados.

 

A vacinação contra a febre a amarela não é recomendada para pessoas com doenças como lúpus, câncer e HIV, devido à baixa imunidade, nem para quem tem mais de 60 anos, grávidas e alérgicos a gelatina e ovo, pois pode causar reações segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

Com relação às vacinas, o Ministério da Saúde informou que todos os estados estão abastecidos com as doses contra a doença e o país tem estoque suficiente para atender toda a população nas situações recomendadas. O órgão disse, também que enviou 735 mil vacinas ao estado, totalizando mais de 1 milhão de doses ao estoque de Minas Gerais.

 

O Minsitério da Saúde informa ainda que a doença se torna aparente de três a seis dias após a infecção. Os sintomas iniciais são febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. A maior parte das pessoas apresenta uma melhora após tais sintomas.

 

Cerca de 20% a 40% das pessoas que desenvolvem a versão mais grave da doença (15% do total de infectados) podem morrer.

 

As informações são do site G1

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!