Alexandre Garcia ameaça deixar CNN após emissora tentar forçar ideologia contra Bolsonaro

Para Garcia, a edição de decretos por presidentes “está na Constituição” e, se ele o fizer, o decreto deve ser cumprido.

No quadro “Liberdade de opinião” da CNN, Alexandre Garcia, 80 anos, defendia o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro em publicar decretos contra o lockdown nos estados e municípios, quando Rodrigo Colombo fez o que a emissora tem tentado nos últimos tempos: forçou um discurso contra o presidente Jair Bolsonaro. Internamente, Garcia ficou desagradado e avalia deixar a emissora.

Para Garcia, a edição de decretos por presidentes “está na Constituição” e, se ele o fizer, o decreto deve ser cumprido.

Ao que Colombo respondeu de imediato: E a proteção à vida (que é o objetivo dos governadores)? Também não está na Constituição?

Garcia ficou mudo. Parecia indignado. Ficou calado por tempo suficiente para que Colombo acreditasse que havia algum problema técnico na transmissão.

Após o silêncio, Garcia respondeu de forma raté certo ponto ude: “Eu não estou sendo entrevistado” —em referência à pergunta do âncora.

Sem se abalar, Colombo seguiu normalmente e disse que (os dois) continuariam falando sobre o assunto no dia seguinte (não havia mais tempo).

De semblante fechado, Garcia respondeu que “não sabia” se voltaria no dia seguinte (amanhã, sexta, dia 07).

Marcio Brito

Marcio Brito

Assessoria | DaQui Agência Digital
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
SIGA-NOS NAS MÍDIAS SOCIAIS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Traduzir »
Falar com o Locutor!
Posso Ajudar?
Olá Somos da Mundial FM 91.3, Vamos Interagir?

--:--
--:--
  • cover
    Mundial 91.3
Enable Notifications    OK No thanks