Auxílio pode ser pago em 3 vezes:
R$ 500, R$ 400 e R$ 300

Governo ainda avalia viabilidade dos pagamentos

O governo já decidiu prorrogar o auxílio emergencial, no entanto, ainda está indefinido o valor que será pago e por quanto tempo além dos atuais três meses. Até o momento, a proposta que mais agrada o presidente Jair Bolsonaro é a do pagamento escalonado: R$ 500 em julho; R$ 400 em agosto e R$ 300 em setembro.

A ala política do governo vê a proposta como uma forma de preparar o beneficiários para o fim do auxílio sem que haja um grande baque.

Outro ponto positivo na extensão de três é que daria tempo o suficiente para o governo prepara o Renda Brasil, proposta de renda universal que deve englobar vários programas sociais em uma única política de governo.

Ainda não há nada definido. Até o momento, a equipe econômica só informa que o governo só pode arcar com mais duas parcelas de R$ 300 cada e que a decisão final cabe a Jair Bolsonaro.

Márcio Brito

Designer gráfico DaQui agência Digital e colaborador Mundial fm 91.3

Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Deixe um comentário