Coronavírus: Filme ‘Contágio’ previu a pandemia em 2011

Longa mostra americana que é contaminada por um vírus
na China e espalha a doença pelo mundo.
Confira outros semelhanças de ‘Contágio’ com a realidade

Fabricio Moretti Do Mais Goiás | Em: 24/03/2020 às 19:10:14

Quase uma década depois de estrear nos cinemas, o filme Contágio voltou a ser um dos mais comentados do momento. A popularidade do longa de 2011 se deve ao surto de coronavírus: no filme, assim como na vida real, uma pandemia iniciada na China se espalha pelo mundo todo.

Dirigido por Steven Soderbergh, Contágio mostra uma americana, que, ao voltar da China para os Estados Unidos, desenvolve sintomas que parecem uma gripe, mas que evoluem até ela ser internada. Eventualmente, pessoas do mundo inteiro adoecem.

As semelhanças do filme com a realidade são várias. Além de a pandemia também ter se iniciado na Ásia, em Contágio, as pessoas são infectadas pelo vírus a partir do toque com qualquer objeto ou pessoa já infectada. O coronavírus é transmitido por gotículas de saliva e as pessoas podem se contaminar conversando muito perto ou tocando em objetos que têm o vírus e levando a pele à boca ou ao nariz.

 

As semelhanças da ficção com a realidade não param por aí. Vemos no filme imagens de cidades em quarentena, aeroportos fechados, profissionais de saúde com trajes especiais, pessoas com máscaras, cidades vazias e lojas fechadas.

No filme, pesquisadores conseguem criar uma vacina para combater o vírus. Enquanto isso, os trabalhos na vida real seguem em andamento para que a cura também seja criada. O longa também mostra que o investimento em tecnologia é a melhor forma de prevenção de pandemias.

Veja o trailer

Márcio Brito

Designer gráfico DaQui agência Digital e colaborador Mundial fm 91.3

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

Enable Notifications    Ok No thanks