Corona vírus: O dia em que a Terra parou

A cansão foi lançada em 1977 e m um vídeo clip no Fantástico e hoje se faz mais atual do que nunca.

Publicado em 26/03/2020 – 11:33 Mundial 91.3

Em 1977, o maluco beleza Raul Seixas lançou seu sétimo LP, intitulado “O Dia em que a Terra Parou”, uma canção de ritmo pop e que iniciava com uma fala: “Foi assim, no dia em que todas as pessoas do planeta inteiro resolveram que ninguém ia sair de casa, como que se fosse combinado em todo o planeta”. A cena era fruto de um sonho e a composição começava dizendo “O empregado não saiu pro seu trabalho / pois sabia que o patrão também não estava lá”.


Os dias de hoje remetem ao velho sucesso de Raulzito, composto há 43 anos. Com o avanço ameaçador do coronavírus, governos e pessoas se combinam para sair das ruas, evitar aglomerações, dispensar a cultura elegante do cumprimento por apertos de mãos, abraços ou beijos. E então a Terra começa a parar, com eventos esportivos a portas fechadas, fechamento do comércio e das escolas, cancelamento de viagens e até as igrejas evitando as missas.

No campo musical, grandes festivais internacionais como o francês Tomorrowland, o Ultra Music de Miami, o Coachella Festival na Califórnia e o South by Southwest no Texas, já informaram ao público seus adiamentos.

A cantora Madonna suspendeu os shows que restavam da sua nova turnê, a banda Pear Jam soltou nota adiando a turnê que faria pela América do Norte, e o uruguaio Jorge Drexler (ganhador de um Oscar), desistiu da turnê no Caribe.

Na Europa, muitos shows já foram cancelados, espetáculos de teatro também e algumas apresentações de óperas foram suspensas. Teatros e cinemas fecham as portas em Milão, Madrid, Paris, Berlim, Roma, Lisboa e Atenas.

O esporte é outro setor bastante atingido pelas precauções com o coronavírus. Eventos grandiosos como a Premier League, Champions League, Liga Espanhola, Libertadores, NBA e até eliminatórias da Copa estão parados.

Nos próximos dois meses, se se confirmarem as previsões de especialistas quanto ao avanço no Brasil, como o risco de 45 mil infectados em São Paulo, não haverá outra alternativa senão suspender alguns campeonatos estaduais.

A declaração da Organização Mundial de Saúde assumindo que o Covid-19 já atingiu o grau de pandemia (termo para quando uma doença se alastra nos cinco continentes) provocou mais medo, mas também alertou todo mundo.

Já se vê, inclusive aqui em Natal, pessoas se planejando para só sair de casa em situações de alta necessidade. Muitos não querem apostar as fichas na tese de que o vírus não suporta nossa temperatura; melhor se precaver.

Nas últimas horas, o quadro alarmante na Itália deixou a coisa mais assustadora, depois que o número de mortes atingiu 1.000. Apesar do país ter um grande contigente de idosos, morreram muitos abaixo dos 50 anos.

A hora é mesmo de tomar todo o cuidado. Parar todo mundo até que as autoridades de saúde encontrem a resposta adequada e a cura o mais rápido possível. É hora de botar em dia aquela leitura, de fazer listas de bons filmes.

Márcio Brito

Designer gráfico DaQui agência Digital e colaborador Mundial fm 91.3

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

× *