Parrerito, do Trio Parada Dura, morre por causa da Covid-19

A música sertaneja perdeu um de seus principais representantes para a Covid-19. Por volta das 21h30 deste domingo (13), o cantor Parrerito, do famoso Trio Parada Dura, veio à óbito em Belo Horizonte, em Minas Gerais. Eduardo Borges, que era seu nome de batismo, tinha 67 anos, era diabético e sofreu um mal súbito no dia 31 de agosto, precisando ser internado em estado grave na UTI.

Criado em 1971, o Trio Parada Dura teve diversas formações ao longo da história e vários sucessos ao longo da carreira, como Fuscão Preto, Telefone Mudo e As Andorinhas. Parrerito entrou para o grupo no lugar do irmão Barrerito, que ficou paraplégico após um acidente aéreo na década de 1980 e decidiu seguir carreira solo.

Atualmente o grupo e´formado por Parrerito, Creone e Xonadão. Os outros dois integrantes da banda fizeram o exame e testaram negativo para coronavírus. A esposa de Parrerito também foi diagnosticada com a Covid-19, mas se recuperava em casa. Além da mulher, ele deixa filhas e netos.

Márcio Brito

Designer gráfico DaQui agência Digital e colaborador Mundial fm 91.3

Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Deixe um comentário

Enable Notifications    Ok No thanks