Vendedores mantêm preço do algodão
e negócios ficam limitados

o ritmo da comercialização de fios e de produtos acabados segue bastante reduzido

Atentos à maior remuneração com os embarques externos, vendedores estão mais firmes nos valores pedidos pelo algodão em pluma no mercado interno, o que ajudou a sustentar os preços nos últimos dias. No entanto, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Esalq/USP, o interesse comprador continua baixo, e as indústrias ofertam preços inferiores para novas aquisições, limitando os negócios domésticos.

Parte dos comerciantes até voltou a relatar a liberação das vendas de alguns volumes fechados anteriormente, mas agentes de mercado indicam que o ritmo da comercialização de fios e de produtos acabados segue bastante lento, o que mantém os estoques elevados e limita novas compras de matéria-prima.

Com esse cenário, entre os dias 12 e 19 de maio, o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, subiu 1,8%, fechando a R$ 2,6135 pela libra-peso na terça-feira (19/5). Porém, na parcial de maio (até o dia 19), o Indicador ainda acumula queda, de 1,8%.

 

Márcio Brito

Designer gráfico DaQui agência Digital e colaborador Mundial fm 91.3

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Deixe um comentário

Fique sempre bem informado!

Cadastre-se em nossa newsleter e participe de nossas promoções.

× Participe!