Auxílio emergencial terá de ser trocado por programa sustentável, diz Guedes

"Mas talvez não sei se vamos chegar aos R$ 600", disse Guedes durante audiência pública de um conjunto de comissões da Câmara dos Deputados
Começam os pagamentos do auxílio emergencial 2021
Foto: Arthur Souza/Photopress/Estadão Conteúdo

O auxílio emergencial terá que ser substituído por um programa sustentável, que pode ser um Bolsa Família ou um Renda Brasil fortalecido, disse nesta terça-feira (4) o ministro da Economia, Paulo Guedes, defendendo que o valor fique acima dos R$ 170.

“Mas talvez não sei se vamos chegar aos R$ 600”, disse Guedes durante audiência pública de um conjunto de comissões da Câmara dos Deputados.

Ele afirmou que o país pode fazer a escolha de lançar um programa de erradicação da pobreza de “quatro, cinco anos”, financiado com recursos da venda de empresas estatais.

“Isso terá que ser um esforço conjunto, isso é um Congresso inteiro, uma PEC, é algo que nós temos que pensar juntos”, afirmou.

Respondendo a questionamentos dos parlamentares, Guedes disse que o PT criou um programa “elogiável”, em modelo defendido por economistas liberais, mas não adotou um valor de R$ 600 porque não tinha fontes estáveis.

“O auxílio emergencial, em uma situação de emergência, a gente consegue de repente durante um ano dar os R$ 600, agora, ele é de natureza diferente. Uma coisa é o Bolsa Família, outra coisa é o auxílio emergencial, o Bolsa Família é para sempre, então ele tem que ter um financiamento estável”, afirmou.

Marcio Brito

Marcio Brito

Assessoria | DaQui Agência Digital
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
SIGA-NOS NAS MÍDIAS SOCIAIS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Traduzir »
Falar com o Locutor!
Posso Ajudar?
Olá Somos da Mundial FM 91.3, Vamos Interagir?

--:--
--:--
  • cover
    Mundial 91.3
Enable Notifications    OK No thanks