Peptídeo vegetal ajuda raízes a se ramificarem
20/01/2020 11:43 em Agronegócio

Uma equipe de pesquisa japonesa identificou um peptídeo e seu receptor que ajudam as raízes laterais das plantas a crescer com o espaço correto. A equipe foi liderada pelo professor Hidehiro Fukaki (Faculdade de Ciências da Universidade de Kobe), pelo pesquisador Koichi Toyokura (atualmente pesquisador na Universidade de Osaka) e pelo professor assistente de projeto Tatsuaki Goh (atualmente professor assistente de Instituto de Ciência e Tecnologia de Nara). 

 

 

Os sistemas de raízes das plantas são formados principalmente pelas raízes laterais que crescem a partir do tecido dentro das raízes existentes. Essas raízes são formadas a partir de "células fundadoras da raiz lateral", que são colocadas em intervalos regularmente espaçados, a uma distância do tecido do meristema (tecido responsável pelo crescimento). 

Estudos anteriores que usaram plantas de Arabidopsis mostraram que as células fundadoras da raiz lateral são feitas de locais onde há alta resposta à auxina química e indicaram que o fator de transcrição LBD16 induzido pela auxina pode inibir as células próximas à células fundadoras da raiz lateral. 

 

 

Desta vez, uma equipe de pesquisa conjunta, usando o modelo de planta de Arabidopsis, procurou o gene que é ativado pelo fator de transcrição LBD16 e identificou com sucesso o gene TOLS2. O gene TOLS2 é expresso principalmente nas células fundadoras da raiz lateral e nos germes da raiz. 

Nas plantas de Arabidopsis que superexpressam o TOLS2, o número de raízes laterais diminui, o que indica que o gene TOLS2 pode inibir a formação de células fundadoras da raiz lateral. A equipe analisou as secreções de plantas com superexpressão do TOLS2 e revelou que o peptídeo maduro do TOLS2 é formado por 11 aminoácidos. 

Fonte:Agrolink

COMENTÁRIOS