O Dia Internacional de Prevenção ao Suicídio recebe atenção especial da Saúde

As unidades básicas, são a porta de entrada para a saúde no município. Luís Eduardo Magalhães conta com 21 postos. Toda a rede precisa estar atenta a possíveis pacientes que precisem de ajuda especializada na área de saúde mental.

No dia Internacional de Prevenção ao Suicídio, lembrado nesta sexta-feira (10), a Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, através da Secretaria de Saúde e da coordenação de Saúde Mental, promoveu uma formação para os trabalhadores do SUS e do SUAS, na sede do Sindicato Rural.

“Além dos postos de saúde, contamos com duas unidades especializadas em saúde mental, que são o CAPS I, que fica no centro da cidade e o CAPS AD III, voltado para pessoas que abusam de álcool e outras drogas”, explicou o coordenador de Saúde Mental, Sávio Santana.

Para a diretora de Assistência à Saúde, Fernanda Fischer, a identificação precoce é o principal objetivo da capacitação.

“É fundamental, para que a gente possa criar, melhorar e fortalecer cada vez mais o trabalho de rede de apoio, para identificação precoce de possíveis pacientes, apoiando e garantindo a assistência necessária para aliviar esse sofrimento psíquico”, ressaltou.

O médico psiquiatra, Dr. Dhiogo Melo, que foi palestrante do encontro, alertou para os agravamentos da pandemia.

“Segundo um estudo realizado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), houve um aumento de 91% dos casos de depressão e 80% nos casos de transtornos de ansiedade aqui no Brasil. Então temos que ter uma preocupação redobrada. A falta de informação é o que mata. 80% dos pacientes que cometeram suicídio, passaram por algum serviço de saúde nos últimos seis meses. Se essas pessoas fossem bem informadas, bem orientadas, talvez tivessem a sua vida salva”, pontuou.

A secretária de Saúde, Maria Gabriela Izoton reconheceu a necessidade de toda a rede estar envolvida no processo de identificação de pacientes com possíveis ideações suicidas. “Nós como profissionais de saúde devemos observar cada sinal que esse paciente estar nos dando, para sermos as pessoas que vão impulsionar ele a viver, e não ao suicídio”, concluiu.

Marcio Brito

Marcio Brito

Assessoria | DaQui Agência Digital
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Relacionados

SIGA-NOS NAS MÍDIAS SOCIAIS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Traduzir »
Falar com o Locutor!
Posso Ajudar?
Olá Somos da Mundial FM 91.3, Vamos Interagir?

--:--
--:--
  • cover
    Mundial 91.3
Enable Notifications    OK No thanks