O vice-presidente acredita que Mandetta cometeu uma falta grave, mas defende sua permanência no governo

“Presidente não deve trocar o ministro da Saúde agora”, diz Mourão

14/04/2020 – 11:35 Por Carta Capital

Previous
Next

O vice-presidente Hamilton Mourão defende que o presidente Jair Bolsonaro não  demita, neste momento, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. O general disse que o ministro cometeu uma falta grave nos últimos dias, mas acredita que sua permanência no governo é algo importante.

“Não vai ser uma decisão favorável dele nessa hora. Acho que cabe muito mais uma conversa ali e se acertar com o ministro”, disse Mourão nesta terça-feira 14, em entrevista ao Estadão.

Mandetta e Bolsonaro estão em crise após divergirem sobre medidas de combate ao coronavírus. Enquanto o ministro defende um isolamento total para evitar o aumento do contágio, o presidente acredita que apenas o grupo de risco deveria ficar em casa,  enquanto o resto da população continue trabalhando para evitar uma crise econômica.

Na semana passada Bolsonaro chegou a cogitar demitir Mandetta, mas foi convencido pela ala militar do seu governo em manter o ministro. Neste domingo, o chefe da pasta da Saúde concedeu uma entrevista à TV Globo na qual ele criticou a postura de Bolsonaro e pediu união no discurso.

Essa atitude incomodou a ala militar que até então estava em sua defesa.

“O ministro cruzou a linha da bola e cometeu uma falta grave”, classificou Mourão.

O vice-presidente não tomou lado nessa disputa, mas defendeu um isolamento inteligente, que seria feito através de testagem em massa e estudos das áreas que devem ser isoladas e as que podem continuar suas atividades. “Nós estamos enfreando uma situação que a nossa geração n tinha enfrentado. Nessa hora a gente tem que relevar pequenas coisas e avançar em buscar melhor solução para o país”, afirmou.

O vice-presidente, que incomoda a ala ideológica do governo Bolsonaro, principalmente os seguidores do guru Olavo de Carvalho, criticou as manifestações que estão ocorrendo no Brasil pedindo o fim do isolamento. Para o general, os manifestantes são pessoas ricas que não correm perigo.

Márcio Brito

Márcio Brito

Designer gráfico DaQui agência Digital e colaborador Mundial fm 91.3

Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Traduzir »
Falar com o Locutor!
Posso Ajudar?
Olá Somos da Mundial FM 91.3, Vamos Interagir?
Enable Notifications    OK No thanks