Soja: B3 absorve os efeitos da onda de frio e vencimentos sobem

Em Chicago os futuros fecham em leve queda com grandes perdas de soja

A B3 absorveu os efeitos da onda de frio e notícias de geada, que fizeram os vencimentos para o milho subirem, de acordo com informações que foram divulgadas pela TF Agroeconômica. “O dia não tinha como ser diferente no mercado futuro de milho de São Paulo. Após mais uma avalanche de más notícias relacionadas ao clima e tendo em projeção uma safrinha que deve entregar pelo menos 40% a menos em todo o Brasil, a B3 apresentou alta em todos os principais vencimentos, e a segunda só não foi mais fria porque todos estes aproximaram-se muito dos patamares de R$ 100,00 a saca”, comenta.

“Assim,  a  evolução  lenta  das  colheitas,  os  estresses hídricos  e  climáticos  que  afetaram  as  lavouras  e  os relatórios de órgãos governamentais e privados, que relatam  uma  produtividade  bastante  inferior,  são  a somatória  que  dão  o  tom  dos  negócios,  em  um mercado que não parece retroceder tão cedo. Os  principais  vencimentos  fecharam  este  início  de semana  da  seguinte  forma:  R$  96,20  para  setembro (+1,71%); R$ 96,82 em novembro (+0,85%); janeiro a R$ 98,25 a saca (+1,60%); e março a R$ 98,00 (+0,72%)”, completa.

Em Chicago os futuros fecham em leve queda com grandes perdas de soja. “Espera-se  um  ligeiro  aumento  nas  condições  boas  a excelentes  (66%).  De  qualquer  forma,  as  previsões climáticas  continuam  desfavoráveis  na  região noroeste,  em  meio  à  definição  das  produtividades. Trigo em alta, fornecia suporte”, indica.

“A  segunda-feira  trouxe  consigo  os  dados  das inspeções  de  exportação  dos  EUA  e  temores renovados de um clima quente e seco se espalhando pelas  principais  regiões  do  Meio-Oeste,  no  que deveria ser um coquetel de apoio. E,  embora  os  ganhos  tenham  sido  registrados  nas primeiras sessões, o complexo lutou para se segurar e os  contratos  ficaram  vermelhos  à  medida  que  o  dia avançava,  já  que  fortes  quedas  na  soja  limitaram qualquer impulso de alta”, conclui.

 

Por: AGROLINK –Leonardo Gottems

Marcio Brito

Marcio Brito

Assessoria | DaQui Agência Digital
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Relacionados

SIGA-NOS NAS MÍDIAS SOCIAIS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Traduzir »
Falar com o Locutor!
Posso Ajudar?
Olá Somos da Mundial FM 91.3, Vamos Interagir?

--:--
--:--
  • cover
    Mundial 91.3
Enable Notifications    OK No thanks