Caminhoneiros sofrem com restaurantes fechados e falta de produtos de higiene durante pandemia de coronavírus

Pesquisa aponta que crise já reduziu em 11,5% entrega de cargas do agronegócio no Brasil

Publicado em 29/03/2020 – 07:03 Fonte: FERNANDO BARBOSA COM VIVIANE TAGUCHI

A restrição na movimentação de veículos em todo o país, decorrente da quarentena para evitar a propagação do coronavírus, tem feito caminhoneiros passarem por momentos de dificuldade e até falta de alimento nas estradas brasileiras.

Muitos contam não terem recebido das empresas de transporte produtos e equipamentos de higiene, sem contar a reduzida quantidade de bares e restaurantes em funcionamento ao longo das rodovias.

Na segunda-feira (23/2), um desses relatos viralizou nas redes sociais. Em vídeo, o caminhoneiro Illizeu Kooski, de 34 anos, desabafou. “Está todo mundo trancado em casa, mas não estão pensando em quem mantém o Brasil em pé. Vocês acham que os médicos e enfermeiros vão ter condições de trabalhar sem comer?”, disse.

Se vocês têm alimentos, somos nós que estamos transportando. Ninguém está vendo isso. É um ou outro que está apoiando, fora da nossa classe”, continuou, em outro trecho do vídeo. Naquele momento, Kooski se encontrava às margens da BR-101, no município de Casemiro de Abreu, interior do Rio de Janeiro, a 135 km da capital carioca.

Depoimentos semelhantes de outras partes do país têm chegado à Globo Rural. Desde 2003, Elisamar Pereira Silva, 56 anos, tem um restaurante em Trairão, no Pará, em um trecho da BR-163, uma das mais importantes rodovias brasileiras, que liga o país de Norte a Sul.

Márcio Brito

Márcio Brito

Designer gráfico DaQui agência Digital e colaborador Mundial fm 91.3

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

Traduzir »
Falar com o Locutor!
Posso Ajudar?
Olá Somos da Mundial FM 91.3, Vamos Interagir?
Enable Notifications    OK No thanks