Estuprador solto em razão da pandemia
abusa e mata jovem

Jenifer Modesto havia sido dada como desaparecida no início de abril

03/05/2020 – 11:41 | Por Paulo Moura

Previous
Next

Um estuprador de 35 anos, que obteve liberdade provisória por conta da pandemia de coronavírus, confessou que estuprou e matou a jovem Jenifer Hugo Modesto, de 18 anos, na cidade de Poços de Caldas, em Minas Gerais. Segundo o delegado responsável pelo caso, Cleyson Brene, as investigações começaram no dia 4 de abril, após o desaparecimento da jovem. As suspeitas sobre o ex-presidiário aumentaram no dia 16, depois que a investigação verificou que o estuprador foi preso novamente após tentativa de estupro próximo do local onde Jenifer desapareceu.

A Polícia Civil então conseguiu confirmar a autoria do crime após ir ao presídio onde o estuprador estava e ele confessar que matou a jovem.

Segundo o delegado, o estuprador seguirá preso preventivamente pela nova tentativa de estupro e deve responder pelos crimes de estupro, homicídio, ocultação de cadáver e furto. O crime pode ser enquadrado ainda como latrocínio.

Márcio Brito

Márcio Brito

Designer gráfico DaQui agência Digital e colaborador Mundial fm 91.3

Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Deixe um comentário

Traduzir »
Falar com o Locutor!
Posso Ajudar?
Olá Somos da Mundial FM 91.3, Vamos Interagir?
Enable Notifications    OK No thanks