Laboratório pede registro para uso definitivo da vacina Coronavac na China

Turquia, Indonésia e Brasil são alguns dos países que estão aplicando o imunizante contra a Covid-19

Nesta quarta-feira (3/1), a Sinovac Biotech anunciou que a Sinovac Life Science, parte empresarial do grupo, entrou com pedido de registro para uso definitivo da vacina Coronavac na China. A requisição para o uso do imunizante contra o coronavírus foi feita ao órgão regulador chinês, a National Medical Products Administration.

No Brasil, a Coronavac é desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo. De acordo com o instituto, os testes indicaram que o produto tem 50,38% de eficácia geral, 78% para casos leves (que exigem algum cuidado médico) e 100% para casos graves e internações em infectados pela doença. A vacina também assegurou 100% de proteção contra mortes.

Por enquanto, no Brasil, o imunizante tem autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) apenas para uso emergencial, que é uma modalidade temporária de autorização e restrita a um certo número de vacinas.

Além do Brasil, Turquia, Indonésia e outros países já utilizam a Coronavac em suas campanhas de vacinação. Nos testes de fase 3 realizados na Turquia, o imunizante alcançou 91,25% de eficácia geral. Na Indonésia, o percentual de eficácia foi de 65,3%.

A farmacêutica chinesa afirmou que as diferentes taxas de eficácia se devem à variedade de protocolos realizados em cada local. Segundo a empresa, os países usaram vacinas do mesmo lote em seus estudos.

 

Márcio Brito

Márcio Brito

Designer gráfico DaQui agência Digital e colaborador Mundial fm 91.3

Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Deixe um comentário

SIGA-NOS NAS MÍDIAS SOCIAIS
PUBLICIDADE
Traduzir »
Falar com o Locutor!
Posso Ajudar?
Olá Somos da Mundial FM 91.3, Vamos Interagir?
Enable Notifications    OK No thanks