Brasil começa 2021 com ritmo lento nas exportações de soja

Até o momento, estão indicadas pelo menos 200 mil toneladas para serem exportadas em janeiro, garante analista

Os portos brasileiros começam 2021 em ritmo lento e com expectativa de poucos embarques de soja. Segundo a consultoria Safras & Mercado, no momento, a programação dos terminais não prevê grandes exportações nem mesmo em fevereiro. De acordo com o analista de mercado Luiz Fernando Gutierrez, à medida que a colheita brasileira avança, devemos ter um volume de soja a partir das próximas semanas.

Mas, mesmo com ritmo lento, o mercado já demonstra recuperação frente ao mês de dezembro de 2020, garante o analista. “No último mês do ano passado tivemos um ritmo muito baixo de soja sendo exportada pelo Brasil. O que já era esperado porque estamos vindo de uma escassez no mercado brasileiro, devido a um acumulado muito grande de exportação ao longo do ano passado e chegamos no último mês do ano civil com pouquíssima soja para exportar”, relata.

Até o momento, estão indicadas pelo menos 200 mil toneladas para serem exportadas em janeiro. “É uma soja precoce que estamos começando a tirar de lavouras e que conseguiram pegar um clima bom de plantio”, afirma.

Para o futuro, não é esperado que esse volume aumente em grandes proporções. “Para fevereiro temos uma carga de 65 mil toneladas. No entanto, à medida que o mês de janeiro vai avançando devemos ver o mês de fevereiro com volumes maiores, até porque já devemos ter uma produção maior de soja brasileira entrando no mercado a partir da segunda quinzena de janeiro”, completa.

Márcio Brito

Márcio Brito

Designer gráfico DaQui agência Digital e colaborador Mundial fm 91.3

Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Deixe um comentário

SIGA-NOS NAS MÍDIAS SOCIAIS
PUBLICIDADE
Traduzir »
Falar com o Locutor!
Posso Ajudar?
Olá Somos da Mundial FM 91.3, Vamos Interagir?
Enable Notifications    OK No thanks