Morre em Barreiras o seresteiro João do Biriba

Barreiras perde o ‘Pendrive Humano’

28/04/2020 – 18:45 | Por Mais Oeste

Previous
Next

Morreu  no fim da manhã hoje ( 28 )  aos 60 anos de idade João Barista da Silva, o popular cantor seresteiro João do Biriba. Ele estava internado na UTI do Hospital do Oeste, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) no dia 19 de abril. No período que ele esteve internado, várias medidas foram tomadas para que João se recuperasse, mas infelizmente Barreiras perdeu o cantor conhecido como “pen drive humano”, o homem que conseguia cantar sem parar músicas dos mais diversos estilos com o mesmo ritmo empolgação e harmonia.

Live de sucesso
 
Um dia antes, dia 18 de abril, João do Biriba fez uma live com mais de 4 horas de duração e teve uma repercussão em todo o Brasil com 20 mil visualizações. O pendrive humano teria chamado a atenção do cantor Gustavo Lima, que disse que queria conhecê-lo e cantar com ele.
 
Trajetória na música
 
Nascido em 24 de dezembro de 1959, João Batista da Silva Filho, o João do Biriba, herdou o apelido do pai que era saxofonista conhecido como Biriba, começou a se envolver com a música ainda na adolescência. Em meados dos anos 1970, tocou com os irmãos na banda chamada de Biriba Boys, que perdurou por décadas.
 
Depois, João do Biriba passou a tocar na noite. Foi o Jones do trio elétrico que iniciou o nome artístico ao anhnciar: ‘Hoje tem seresta com João do Bíriba Boys’.

 

João do Biriba  foi um dos maiores cantores de Barrerias. Seu vasto repertório musical lhe rendeu o apelido de “pen drive humano”, com a capacidade incrível de cantar por 12 horas seguidas sem repetir uma música.
 
“Eu almoço e janto música. Se você me der o número de um telefone e eu não notar, não sei depois, porque só tem música aqui. Eu não costurno cantar lendo – armazeno tudo. Eu canto um dia todo. Uma vez fui tocar no Tocantins, comecei ao meio-dia e só parei duas horas da manhã, tornando água de vez em quando”, confessou João em entrevista a Revista A.
 
“Nunca fiz outra coisa a não ser tocar. Agradeço muito a Deus, porque consigo manter minha família com música, aqui em Barreiras. Eu tenho meu público. Não ando muito na mídia, mas sempre estou pronto – a hora que vier, estou pronto”, disse ele na época.
 
Com mais de 40 anos de sucesso em Barreiras e Região, em 2019, ele fez várias apresentações durante o carnaval de Salvador.

O apelido de pendrive humano foi dado pelo jornalista Cícero Félix devido sua capacidade de tocar uma noite inteira sem repetir uma música sequer.

O início da carreira do cantor barreirense surgiu na década de 1970 na banda ‘Biriba Boys’ criada por seu pai. Foram mais de 40 anos de história animando festas, bailes e barzinhos.

Uma voz inconfundível que já embalou os sonhos de muita gente.

Márcio Brito

Márcio Brito

Designer gráfico DaQui agência Digital e colaborador Mundial fm 91.3

Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Deixe um comentário

Traduzir »
Falar com o Locutor!
Posso Ajudar?
Olá Somos da Mundial FM 91.3, Vamos Interagir?
Enable Notifications    OK No thanks