POLÍCIA CIVIL BAIANA: categoria tem insatisfações e centenas de profissionais contaminados por Covid-19

Impedidos pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) de realizarem paralisação de 24 horas nesta terça-feira (11), sob pena de multa de R$ 30 mil, os policiais civis baianos acumulam uma lista de insatisfações com as condições de trabalho. Na pandemia de Covid-19, as queixas mais frequentes da categoria são em relação à transparência do total de casos dentro da corporação, assim como o cuidado com a distribuição de EPIs para todos os profissionais.

Além disso, há reclamações a respeito da falta de higienização das delegacias e viaturas e a falta de testes para os agentes na capital baiana e no interior. Até o momento, sete policiais civis já morreram de Covid-19 no Estado e mais de 400 foram diagnosticados com a doença.

Nesta quarta-feira (12) foi publicada no Diário Oficial do Estado a lista de promoções. Ao todo, 139 delegados passarão da Classe 1 para a Classe Especial, enquanto uma delegada irá da Classe 2 para a Classe 1. Ainda foram promovidos investigadores e escrivães.

Márcio Brito

Márcio Brito

Designer gráfico DaQui agência Digital e colaborador Mundial fm 91.3

Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Deixe um comentário

Traduzir »
Falar com o Locutor!
Posso Ajudar?
Olá Somos da Mundial FM 91.3, Vamos Interagir?
Enable Notifications    OK No thanks