Paulo Guedes sobe o tom e diz que Senado Federal cometeu “um crime contra o país”

O ministro Paulo Guedes, da Economia, criticou duramente a decisão do Senado de derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro ao reajuste de salários de servidores durante a pandemia do coronavírus.

Ao comentar sobre o assunto, Guedes frisou que o Senado deu um péssimo exemplo. Ele chegou a dizer, inclusive, que houve um “crime contra o país”.

Vale destacar que a derrubada gerou ‘surpresa’ na base aliada do governo, visto que há muito tempo vem se falando em ‘acordo’ firmado para que o congelamento seguisse firme até o fim de 2021.

CÂMARA PODE SALVAR O BRASIL CONTRA “MALDADE” QUE SENADO FEZ E EVITAR PREJUÍZO DE R$ 120 BILHÕES

A Câmara dos Deputados vota nesta quinta-feira (20) a ratificação da derrubada do veto, feita na quarta-feira (19) pelo Senado, que poderia gerar ao Brasil um prejuízo de R$ 120 bilhões. O veto é contra o reajuste salarial de servidores até 2021, no intuito de equilibrar as despesas obtidas pelo Governo Federal nas ações de combate à pandemia do novo coronavírus.

Os parlamentares ficaram com a responsabilidade de seguir, ou não, adiante com este prejuízo para os cofres do Brasil. O ministro da Economia, Paulo Guedes, já afirmou que esta situação é um “crime contra o país”.

URGENTE: Incêndio no aeroporto de Mossoró/RN às vésperas da chegada de Bolsonaro; administração não descarta ação criminosa

Prestes a receber o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o Aeroporto Governador Dix-Sept Rosado, em Mossoró, no Oeste potiguar, teve um incêndio registrado na tarde desta quarta-feira (19). A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBM) e pela administração do local.

De acordo com o gestor do aeroporto, Paulomark Dias Pereira, o fogo foi identificado através de câmeras de segurança. Logo, os Bombeiros foram acionados e evitaram que as chamas se alastrassem. Por conta de recentes atos de vandalismo no local, a administração não descarta que o incêndio foi decorrente de uma ação criminosa.

MINISTRO CELSO DE MELLO PODERÁ NÃO VOLTAR A ATIVIDADE NA CORTE ANTES DA APOSENTADORIA

O Ministro Celso de Mello, decano da corte, sai de licença médica mais uma vez em um pequeno espaço de tempo, se esse tratamento demandar tempo como o último período o magistrado não deve voltar na ativa e se aposentará em 1o de novembro de 2020 quando completa 75 anos, idade limite para aposentadoria compulsória dos membros da suprema corte.
A licença para tratamento de saúde do ministro Celso de Mello, entregue nesta quarta-feira (19), deve interferir nos julgamentos que o STF (Supremo Tribunal Federal) deve realizar neste segundo semestre.
Mello, que está prestes a completar 75 anos entregou pedido de licença médica. Não há, ainda, informações sobre o tratamento, tampouco a duração do afastamento.

SENADO DERRUBA VETO E DARÁ PREJUÍZO DE 120 BILHÕES AO BRASIL; “crime contra o país”

O Senado derrubou o veto presidencial com relação à proibição do reajuste salarial de servidores. A ação pode acarretar em um prejuízo anual de cerca de R$ 120 bilhões ao Brasil. Para o ministro da economia, Paulo Guedes, a medida pode ser considerada como “um crime contra o país”.

“Não pode o desentendimento da política estar acima da saúde do Brasil, na hora em que o país começa a se recuperar. Pegar a saúde e permitir que se transforme em aumento de salários do funcionalismo é um crime contra o país”, comentou.

EVO MORALES É DENUNCIADO POR CRIME DE PEDOFILIA

O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, está sendo investigado pelo Ministério da Justiça da Bolívia após uma denúncia de pedofilia. O site espanhol OKDIÁRIO afirma ter tido acesso ao relatório da polícia boliviana, que mostra conversas entre o comunista e uma jovem de 19 anos, na qual ele supostamente mantinha relações desde os 14.

Nas mensagens, de acordo com o site, a menina confirma que ela e Evo Morales são namorados, além de tratar sobre questões de cunho sexual. A Polícia Boliviana analisa fotos íntimas e as conversas entre a menina e ex-presidente.

Bayern vence e faz aguardada final contra PSG na Champions League

Favoritos ao título da Champions League, Bayern de Munique e Paris Saint-Germain farão justamente a final da competição europeia. O time alemão confirmou sua superioridade e venceu nesta quarta-feira (19) o Lyon por 3 a 0, no estádio José Alvalade, em Lisboa. Um dos principais candidatos ao título de Melhor Jogador do Mundo, assim como Neymar, Robert Lewandowski marcou o seu 15º gol na competição.

Traduzir »
Falar com o Locutor!
Posso Ajudar?
Olá Somos da Mundial FM 91.3, Vamos Interagir?
Enable Notifications    OK No thanks